PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

beta

betacaroteno | n. m.

Pigmento orgânico que é o isómero do caroteno mais comum nas plantas e usado como aditivo alimentar por ser fonte indirecta de vitamina A....


beta | n. f.

Designação dada a várias ervas, como a acelga e a beterraba....


alfabeto | n. m.

Conjunto formado pelas letras α (alfa), β (beta), γ (gama), δ (delta), ε (épsilon), ζ (zeta), η (eta), θ (teta), ι (iota), κ (capa), λ (lambda), μ (mi), ν (ni), ξ (csi), ο (ómicron), π (pi), ρ (), σ, ς (sigma), τ (tau), υ (ípsilon), φ (fi), χ (qui), ψ (psi), ω (ómega)....


beta | n. f.

Mancha comprida ou faixa de cor diferente nas penas ou pêlo do animal....


beta | n. f. | adj. 2 g.

Que constitui ou é relativo a uma versão experimental ou de teste de um programa informático ou afim (ex.: versão beta)....


beterraba | n. f.

Planta herbácea (Beta vulgaris) da família das quenopodeáceas, de raiz grossa e carnuda de que se pode extrair açúcar....


raia | n. f.

Linha; estria; traço; risca....


martensite | n. f.

Solução sólida de carbono na variedade alotrópica beta de ferro, presente em alguns tipos de aço....


listra | n. f.

Risca ou faixa de cor diferente do fundo (ex.: tecido amarelo com listras azuis)....


veia | n. f.

Beta ou lista na madeira ou nas pedras....


veio | n. m.

Beta ou lista na madeira ou nas pedras....


betacismo | n. m.

Mudança linguística que consiste na substituição do som [v] pelo som [b] ou vice-versa (ex.: há betacismo na pronúncia de vinho como *binho e de bom como *vom)....


beto | n. m. | adj. n. m.

Diz-se de ou jovem que exibe comportamento ou aspecto exterior considerado como pertencente a uma classe social elevada (ex.: que roupa tão beta; o café estava cheio de betos)....


betinho | adj. n. m.

Diz-se de ou jovem que exibe comportamento ou aparência considerado como pertencente a uma classe social elevada (ex.: veste-se de uma maneira muito betinha; convivem sem problemas com os betinhos da escola)....


betacoronavírus | n. m. 2 núm.

Designação dada a um dos quatro géneros de vírus da família do coronavírus, que são causa de infecções respiratórias ou gastrointestinais em mamíferos....


lista | n. f.

Tira estreita e comprida....


Peptídeo cuja acumulação em placas caracteriza a doença de Alzheimer....




Dúvidas linguísticas



Ao utilizar o vosso dicionário, obtive o seguinte resultado para a palavra amoníaco: do Lat. ammoniacu < Gr. ammoniakón s. m., gás incolor, de cheiro intenso, sabor acre e com efeitos lacrimogéneos; gás composto de azoto e hidrogénio, que se encontra na urina e nas matérias em decomposição. A partir de lacrimogéneos obtive: masc. plu. de lacrimogéneo, do Lat. lacrima + Gr. gen, r. de gígnomai, gerar. No entanto a palavra lacrimogéneo não aparece no vosso dicionário, mas sim lacrimogénio (com i em vez de e): adj., que provoca ou produz lágrimas; que faz chorar. Assim, gostaria de saber se existem as duas formas ou se uma se encontra errada.
Como muito bem observou, a informação disponibilizada não é coerente. De facto, não se pode dizer que a forma lacrimogénio seja errada, mas, sendo possível, é uma variante de lacrimogéneo, menos usada e praticamente não registada em dicionários e vocabulários de língua portuguesa.

O DPLP deveria ter registado a entrada lacrimogéneo (e lacrimogénio, a ser registado, deveria remeter para lacrimogéneo, sendo esta última a forma preferencial).




Porque é que há uma insistência tão grande em dizer deslargar, destrocar, etc? Há alguma razão que eu desconheça? Na minha modesta opinião estas palavras são insultos à nossa bela língua portuguesa. Estarei certa?
O prefixo des-, para além de exprimir as noções de afastamento (ex.: desabafar, deslocar), negação ou privação (ex.: desacordar, desagradável), cessação (ex.: desimpedir, desacelerar) ou separação (ex.: descascar, desfolhar), é também utilizado na língua portuguesa como partícula de reforço. Assim, poderá encontrar em dicionários de português palavras como desabalar, destrocar ou desinquieto, registadas devido à sua frequência, apesar de serem geralmente aceitáveis apenas em contextos mais informais e na oralidade. O falante deverá sempre adequar a utilização destas palavras ao nível de língua apropriado.

Existem outros prefixos na língua com esta função de reforço. São os chamados prefixos protéticos, porque não acrescentam valores semânticos às palavras às quais se apõem (ex.: amostrar, assoprar).


Ver todas