PT
BR
Pesquisar
Definições



alfabeto

A forma alfabetopode ser [primeira pessoa singular do presente do indicativo de alfabetaralfabetar] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
alfabetoalfabeto
|é| |é|
( al·fa·be·to

al·fa·be·to

)


nome masculino

1. Série de letras de uma língua, geralmente numa ordem convencionada.

2. Qualquer série convencional.

3. Livro para aprender a ler. = CARTILHA

4. [Figurado] [Figurado] Primeiras noções de alguma coisa. = RUDIMENTOS


alfabeto grego

Conjunto formado pelas letras α (alfa), β (beta), γ (gama), δ (delta), ε (épsilon), ζ (zeta), η (eta), θ (teta), ι (iota), κ (capa), λ (lambda), μ (mi), ν (ni), ξ (csi), ο (ómicron), π (pi), ρ (), σ, ς (sigma), τ (tau), υ (ípsilon), φ (fi), χ (qui), ψ (psi), ω (ómega).

alfabeto português

[Ortografia] [Ortografia]  Conjunto formado pelas letras a, b, c, d, e, f, g, h, i, j, l, m, n, o, p, q, r, s, t, u, v, x, z.

sinonimo ou antonimoSinónimoSinônimo geral: ABECEDÁRIO

etimologiaOrigem etimológica:latim alphabetum, -i, do grego álfa, alfa + beta, beta.
alfabetaralfabetar
( al·fa·be·tar

al·fa·be·tar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

Dispor por ordem alfabética (ex.: é preciso alfabetar as fichas dos pacientes).

etimologiaOrigem etimológica:alfabeto + -ar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "alfabeto" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Ao utilizar o vosso dicionário, obtive o seguinte resultado para a palavra amoníaco: do Lat. ammoniacu < Gr. ammoniakón s. m., gás incolor, de cheiro intenso, sabor acre e com efeitos lacrimogéneos; gás composto de azoto e hidrogénio, que se encontra na urina e nas matérias em decomposição. A partir de lacrimogéneos obtive: masc. plu. de lacrimogéneo, do Lat. lacrima + Gr. gen, r. de gígnomai, gerar. No entanto a palavra lacrimogéneo não aparece no vosso dicionário, mas sim lacrimogénio (com i em vez de e): adj., que provoca ou produz lágrimas; que faz chorar. Assim, gostaria de saber se existem as duas formas ou se uma se encontra errada.
Como muito bem observou, a informação disponibilizada não é coerente. De facto, não se pode dizer que a forma lacrimogénio seja errada, mas, sendo possível, é uma variante de lacrimogéneo, menos usada e praticamente não registada em dicionários e vocabulários de língua portuguesa.

O DPLP deveria ter registado a entrada lacrimogéneo (e lacrimogénio, a ser registado, deveria remeter para lacrimogéneo, sendo esta última a forma preferencial).




Como se escreve: quere-la ou querêla?
As grafias quere-la, querê-la e querela são formas parónimas, isto é, formas diferentes com grafia e som semelhantes.

As formas quere-la e querê-la correspondem a formas verbais do verbo querer seguidas do clítico a, na forma -la (o pronome clítico -a assume a forma -la quando a forma verbal que o precede termina em -r, -s ou -z); quere-la pode transcrever-se foneticamente ['k3rilá] e corresponde à segunda pessoa do presente do indicativo (ex.: tu queres a sopa? = quere-la?), enquanto querê-la pode transcrever-se foneticamente [ki'relá] e corresponde ao infinitivo (ex.: para alcançares alguma coisa, tens de querê-la muito).

A grafia querela pode transcrever-se foneticamente [ki'r3lá] e corresponde a um substantivo feminino, cujo significado poderá consultar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.