PT
BR
Pesquisar
Definições



partilhar

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
partilharpartilhar
( par·ti·lhar

par·ti·lhar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Fazer partilha ou a divisão em partes de. = COMPARTILHAR, COMPARTIR, DISTRIBUIR, DIVIDIR, REPARTIR

2. Ter ou experienciar os mesmos sentimentos, ideias ou pontos de vista (ex.: partilhamos as alegrias e os desgostos; não partilho dessa opinião). = PARTICIPAR

3. Ter as mesmas características que outro (ex.: partilham a mesma teimosia).

4. Narrar a alguém um sentimento ou uma experiência (ex.: nunca partilhou o segredo). = CONTAR, REVELAR

5. [Informática] [Informática] Tornar acessível ou visível a outros utilizadores de uma rede ou através de uma aplicação (ex.: partilhar o ecrã; partilhar uma hiperligação; partilhar um ficheiro). = COMPARTILHAR

etimologiaOrigem etimológica:partilha + -ar.
Confrontar: pastilhar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "partilhar" para: Espanhol Francês Inglês

Palavras vizinhas



Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Qual a forma correcta de dizer em português: biossensor ou biosensor?
A grafia correcta, apesar de não se encontrar registada em nenhum dos dicionários por nós consultados, deverá ser biossensor, por analogia com outras palavras formadas a partir do prefixo de origem grega bio-, que exprime a noção de “vida”: biossatélite, biossintético, biossistema, etc. Este comportamento é também análogo ao de alguns prefixos terminados em o, como sejam retro-, socio- e tecno-, que obrigam à duplicação do r e do s quando o elemento ao qual se apõem se inicia por uma dessas consoantes.