PT
BR
Pesquisar
Definições



esposardes

A forma esposardespode ser [segunda pessoa plural do futuro do conjuntivo de esposaresposar] ou [segunda pessoa plural infinitivo flexionado de esposaresposar].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
esposaresposar
( es·po·sar

es·po·sar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e pronominal

1. Unir ou unir-se em casamento. = CASAR, DESPOSAR


verbo transitivo

2. Servir de apoio ou sustentáculo a (vegetais que trepam).

3. Tomar a seu cuidado.

4. Preconizar; defender.

etimologiaOrigem etimológica:latim sponso, -are.

Auxiliares de tradução

Traduzir "esposardes" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber qual a forma correcta: 1) deve realçar-se que o tema... ou 2) deve-se realçar que o tema...
Para resposta à dúvida colocada, por favor consulte outra dúvida respondida sobre o mesmo assunto em posição dos clíticos em locuções verbais. Nos exemplos referidos, o verbo dever forma com o verbo realçar uma locução verbal e tem um comportamento que se aproxima do de um verbo auxiliar. Por este motivo, o clítico se poderá ser colocado depois do verbo principal (ex.: deve realçar-se), do qual depende semanticamente, ou a seguir ao verbo auxiliar (ex.: deve-se realçar). É de realçar que a posição mais consensual (e aconselhada por vários gramáticos) é a primeira, isto é, depois do verbo principal.



Gostaria de saber uma palavra em português que comece com "vl"? Exemplo: Vladimir, mas não pode ser nome próprio.
Nos dicionários e vocabulários de língua portuguesa à nossa disposição, constam poucos nomes comuns iniciados pelo grupo consonântico vl, tais como vladica (título conferido aos bispos na Igreja Ortodoxa), vlamíngia (género de plantas), vlax (género de insectos) e vlemê (árvore nativa de São Tomé). Tal como se pode ver pelo número reduzido de palavras, este não é um grupo consonântico usual na ortografia do português.

A sequência dessas letras também é usada em nomes próprios de origem estrangeira, como Vladimir/Vladimiro ou Vladislau, e nos seus derivados.