PT
BR
Pesquisar
Definições



esposa

A forma esposapode ser [feminino singular de esposoesposo], [segunda pessoa singular do imperativo de esposaresposar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de esposaresposar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
esposaesposa
|ô| |ô|
( es·po·sa

es·po·sa

)


nome feminino

1. Pessoa do sexo feminino casada com outra, em relação a esta. = CÔNJUGE, MULHER

2. Noiva (depois dos esponsais).


a esposa de Jesus Cristo

A Igreja.

esposa do Senhor

Religiosa professa; freira.

etimologiaOrigem etimológica:latim sponsa, -ae.
esposaresposar
( es·po·sar

es·po·sar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e pronominal

1. Unir ou unir-se em casamento. = CASAR, DESPOSAR


verbo transitivo

2. Servir de apoio ou sustentáculo a (vegetais que trepam).

3. Tomar a seu cuidado.

4. Preconizar; defender.

etimologiaOrigem etimológica:latim sponso, -are.
esposoesposo
|pô| |pô|
( es·po·so

es·po·so

)


nome masculino

1. Pessoa do sexo masculino casada com outra, em relação a esta. = CÔNJUGE, MARIDO

2. Noivo (depois dos esponsais).

vistoPlural: esposos |ô|.
etimologiaOrigem etimológica:latim sponsus, -i.
iconPlural: esposos |ô|.
Confrontar: esposos (ó).

Auxiliares de tradução

Traduzir "esposa" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Sobre a conjugação do verbo ‘trazer’, no futuro do indicativo, tenho a seguinte dúvida:
(1) Trar-se-ão a Portugal.
ou
(2) Trazer-se-ão a Portugal.
Será que a primeira hipótese está correcta? Não consigo encontrar qualquer tipo de referência, no entanto surge-me intuitivamente.
O verbo trazer é irregular, nomeadamente, para o caso que nos interessa, nas formas do futuro do indicativo: trará, trarás, traremos, trareis, trarão (se se tratasse de um verbo regular, as formas seriam *trazerei, ..., *trazerão [o asterisco indica forma incorrecta]).

Quando é necessário utilizar um pronome pessoal átono (ex.: me, o, se) nas formas do futuro do indicativo (ex.: telefonará) ou do condicional (ex.: encontraria), este pronome é inserido entre o radical e a desinência do verbo (ex.: telefonará + me = telefonar-me-á; encontraria + o = encontrá-lo-ia).

Como se trata da flexão irregular trarão, a forma correcta com o pronome deverá ser trar-se-ão e não *trazer-se-ão, que é uma forma incorrecta.