PT
BR
Pesquisar
Definições



chocho

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
chochochocho
|ô| |ô|
( cho·cho

cho·cho

)


adjectivoadjetivo

1. Seco e engelhado.

2. Sem miolo.

3. Que não está fecundado. = GORO

4. [Informal] [Informal] Com pouca energia ou ânimo. = ALQUEBRADO, DÉBIL, LASSODINÂMICO, ENÉRGICO, FORTE, VIGOROSO

5. [Informal] [Informal] Que tem pouco valor ou pouco interesse. = FÚTIL, INSIGNIFICANTE, OCO, TOLO

6. [Informal] [Informal] Que tem as faculdades mentais debilitadas.

7. [Informal] [Informal] Que é fraco ou não convence.


nome masculino

8. [Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Beijo rápido e geralmente sonoro. = BEIJOCA

9. [Portugal: Trás-os-Montes] [Portugal: Trás-os-Montes] Tremoço.


estar chocho

Não saber o que diz.

vistoPlural: chochos |ô|.
etimologiaOrigem etimológica:latim fluxus, -a, -um, que corre, fluido, frouxo.
iconPlural: chochos |ô|.
Confrontar: chuchu.

Auxiliares de tradução

Traduzir "chocho" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Ao utilizar o vosso dicionário, obtive o seguinte resultado para a palavra amoníaco: do Lat. ammoniacu < Gr. ammoniakón s. m., gás incolor, de cheiro intenso, sabor acre e com efeitos lacrimogéneos; gás composto de azoto e hidrogénio, que se encontra na urina e nas matérias em decomposição. A partir de lacrimogéneos obtive: masc. plu. de lacrimogéneo, do Lat. lacrima + Gr. gen, r. de gígnomai, gerar. No entanto a palavra lacrimogéneo não aparece no vosso dicionário, mas sim lacrimogénio (com i em vez de e): adj., que provoca ou produz lágrimas; que faz chorar. Assim, gostaria de saber se existem as duas formas ou se uma se encontra errada.
Como muito bem observou, a informação disponibilizada não é coerente. De facto, não se pode dizer que a forma lacrimogénio seja errada, mas, sendo possível, é uma variante de lacrimogéneo, menos usada e praticamente não registada em dicionários e vocabulários de língua portuguesa.

O DPLP deveria ter registado a entrada lacrimogéneo (e lacrimogénio, a ser registado, deveria remeter para lacrimogéneo, sendo esta última a forma preferencial).




Numa frase: o fulano leva-nos o dinheiro todo. Eu quero abreviar: o fulano leva-no-lo todo. Será correcto?
Como poderá constatar na Gramática do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, na secção Pronomes, o pronome clítico de complemento directo de terceira pessoa masculino é o, sendo que, quando é antecedido de uma forma verbal ou de outro clítico terminado em s, se lhe acrescenta um l (ex.: leva-nos o dinheiro = leva-no-lo; comprou-vos o terreno = comprou-vo-lo; chamámos o professor = chamámo-lo). A mesma regra se aplica, obviamente, em caso de flexão do pronome clítico em questão (ex.: leva-nos as malas = leva-no-las; comprou-vos a casa = comprou-vo-la; chamámos os professores = chamámo-los).