PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

deteriorar

estrompado | adj.

Cansado; fatigado; rebentado; deteriorado....


imputrescível | adj. 2 g.

Que não pode apodrecer ou que não está sujeito a alterações por deterioração (ex.: material imputrescível)....


vetusto | adj.

Muito velho, antigo....


palama | n. f.

Pescada deteriorada....


cura | n. f. | n. m.

Acto ou efeito de curar ou de se curar....


gasto | adj. | n. m.

Avelhentado....


corrupção | n. f.

Acto ou efeito de corromper ou de se corromper....


estrago | n. m.

Dano que prejudica parte do que se possui, que danifica a qualidade, que diminui a quantidade....


guardado | adj. | n. m. pl.

Que se conserva para não se deteriorar....


conserto | n. m.

Acto de consertar; reparação; compostura; arranjo; remendo....


Processo de deterioração do sistema imunológico devido ao envelhecimento natural....




Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Quando posso utilizar o apóstrofo na língua portuguesa? Posso utilizá-lo como na língua italiana?
O uso do apóstrofo está definido nos textos legais que regulam a ortografia portuguesa, nomeadamente nas bases XXXIII a XXXVIII do Acordo Ortográfico de 1945 ou na Base XVIII do Acordo Ortográfico de 1990. Refira-se que o novo acordo ortográfico não altera nada no uso do apóstrofo.

Segundo esses textos legais, o apóstrofo usa-se nos seguintes casos:
a) numa contracção em que um elemento pertence a um conjunto vocabular distinto (ex.: n'Os Lusíadas) ou em que se quer dar destaque com maiúscula a um elemento (ex.: acredito n'Ele);
b) na ligação das palavras santo ou santa (ex.: Sant'Ana) a alguns antropónimos e na ligação de alguns antropónimos (ex.: Nun'Álvares);
c) na elisão da vogal -e da preposição de em algumas palavras compostas, na maioria das vezes com a palavra água (ex.: copo-d'água, lobo-d'alsácia, mãe-d'água, pau-d'arco, queda-d'água, vinha-d'alhos).


Ver todas