PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

definitivo

definitivo | adj.

Que substitui de vez o que só era preliminar ou provisório (ex.: resultados definitivos)....


Que põe termo a instância ou acção judicial por ter acabado o prazo legal; que causa perempção....


Usa-se para caracterizar uma obra ou bem durável ou uma aquisição definitiva; expressão do historiador Tucídides que, ao caracterizar a sua obra, diz que compôs não um discurso de aparato destinado a auditores de um momento, mas um monumento durável....


Que tem uma forma de redacção definitiva (ex.: publicou uma edição ne varietur de Garrett)....


Que autoriza ou dá autorização (ex.: decisão autorizatória, mas não definitiva)....


Axioma jurídico que afirma que o que foi objecto de julgamento definitivo não deve ser novamente discutido, para evitar que haja recursos indefinidos até que o resultado seja o pretendido....


alinhavo | n. m.

Cosedura interina a pontos largos para guiar a definitiva....


Programa prévio ou provisório, que antecede um programa definitivo (ex.: pré-programa sujeito a alterações)....


limpo | adj. | n. m. | adv.

Isento de sujidade ou imundície....


essaísta | n. 2 g.

Pessoa que escreve ensaios ou textos em prosa, geralmente não muito longos, cujo tema o autor pretende tratar, mas não de forma exaustiva ou definitiva....


sempre | adv. | n. m.

Em todo o tempo....


Acto ou efeito de aposentar ou de se aposentar....


baixa | n. f.

Diminuição na altura....




Dúvidas linguísticas



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.



Quando atendemos um telefone é correto falar "pois não"?
A locução adverbial interrogativa pois não usa-se para saber o que alguém pretende ou para mostrar disponibilidade para ouvir uma solicitação, pelo que pode ser utilizada como fórmula de atendimento de uma chamada telefónica.

Ver todas