PT
BR
Pesquisar
Definições



definitivamente

A forma definitivamentepode ser [derivação de definitivodefinitivo] ou [advérbio].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
definitivamentedefinitivamente
( de·fi·ni·ti·va·men·te

de·fi·ni·ti·va·men·te

)


advérbio

1. De modo definitivo.

2. De uma forma irreversível ou que não deixa dúvidas. = DECIDIDAMENTE

etimologiaOrigem etimológica:definitivo + -mente.
definitivodefinitivo
( de·fi·ni·ti·vo

de·fi·ni·ti·vo

)


adjectivoadjetivo

1. Que define.

2. Decisivo.

3. Que não vai ser alterado (ex.: decisão definitiva). = IRREVOGÁVEL

4. Que põe termo.

5. Final; último.

6. Que substitui de vez o que só era preliminar ou provisório (ex.: resultados definitivos).

etimologiaOrigem etimológica:latim definitivus, -a, -um.

Auxiliares de tradução

Traduzir "definitivamente" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.



Gostaria de saber qual a forma mais correcta dentro das que se seguem: "tu pareces gostar desta cidade" ou "parece que tu gostas desta cidade".
Ambas as frases que refere, “Tu pareces gostar desta cidade” e “Parece que tu gostas desta cidade”, estão correctas do ponto de vista gramatical. Estilisticamente, porém, poderá haver uma ligeira diferença: dir-se-ia que a primeira se coaduna com um registo de língua um pouco mais cuidado, sendo possivelmente mais usada num contexto formal.