PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

bastos

avonda | interj.

Expressão usada para mandar parar uma acção ou para fazer calar....


bonda | interj.

Expressão usada para interromper ou mandar parar uma acção ou para fazer calar....


pestanudo | adj.

Que tem pestanas bastas e compridas....


vonda | adv. | interj.

Muito....


hipossuficiente | adj. 2 g.

Que não se basta a si próprio, geralmente em relação aos recursos económicos ou financeiros....


basta | interj.

Expressão usada para interromper ou mostrar intenção de parar uma acção ou para fazer calar....


A bom entendedor, meia palavra basta....


Adágio de jurisprudência, segundo o qual o testemunho de uma só pessoa não basta para estabelecer juridicamente a verdade de um facto....


Nós dizemos, proverbialmente: Para bom entendedor meia palavra basta....


hirsuto | adj.

Que tem pêlos longos e bastos (ex.: barba hirsuta)....


basta | n. f.

Cada um dos pontos (guita e rodela de pano ou fios de lã) que atravessam o colchão ou a almofada para reterem o enchimento....


basteiras | n. f. pl.

Manchas de pêlos brancos no lombo do cavalo onde assentam os bastos ou lombilhos....


basto | adj. | n. m.

Espesso....


bastos | n. m. pl.

Rede que faz parte do saco, nos aparelhos de pesca da sardinha....


chega | n. f. | interj.

Repreensão, censura, descompostura....



Dúvidas linguísticas



Qual a etimologia da palavra escolha? E da palavra subalternidade?
A palavra escolha deriva do verbo escolher, que, por sua vez, vem de uma forma latina hipotética *excolligere que significaria “recolher; obter”. A palavra subalternidade deriva de subalterno, por aposição de –idade, sufixo muito produtivo que exprime o conceito de “qualidade, característica”. Assim, subalternidade designa a condição, a qualidade de quem é subalterno.



Porque é que há uma insistência tão grande em dizer deslargar, destrocar, etc? Há alguma razão que eu desconheça? Na minha modesta opinião estas palavras são insultos à nossa bela língua portuguesa. Estarei certa?
O prefixo des-, para além de exprimir as noções de afastamento (ex.: desabafar, deslocar), negação ou privação (ex.: desacordar, desagradável), cessação (ex.: desimpedir, desacelerar) ou separação (ex.: descascar, desfolhar), é também utilizado na língua portuguesa como partícula de reforço. Assim, poderá encontrar em dicionários de português palavras como desabalar, destrocar ou desinquieto, registadas devido à sua frequência, apesar de serem geralmente aceitáveis apenas em contextos mais informais e na oralidade. O falante deverá sempre adequar a utilização destas palavras ao nível de língua apropriado.

Existem outros prefixos na língua com esta função de reforço. São os chamados prefixos protéticos, porque não acrescentam valores semânticos às palavras às quais se apõem (ex.: amostrar, assoprar).


Ver todas