PT
BR
Pesquisar
Definições



zurzira

Será que queria dizer zurzirá?

A forma zurzirapode ser [primeira pessoa singular do pretérito mais-que-perfeito do indicativo de zurzirzurzir] ou [terceira pessoa singular do pretérito mais-que-perfeito do indicativo de zurzirzurzir].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
zurzirzurzir
( zur·zir

zur·zir

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Dar golpes ou desferir pancadas em. = AÇOITAR, BATER, ESPANCAR, FUSTIGAR, MALTRATAR

2. Criticar severamente.

3. [Figurado] [Figurado] Afligir.

4. Magoar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "zurzira" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Utilizo com frequência o corrector linguístico, constituindo este uma importante ferramenta de trabalho. Constatei que, ao contrário do que considerava, a palavra pátio tem esta ortografia, e não páteo. Gostaria que me informassem se existiu algum acordo ortográfico recente ou se, pelo contrário, a ortografia actual sempre foi a correcta.
Já no texto da base IX do Acordo Ortográfico de 1945 (e na base V do Acordo Ortográfico de 1990), é referida a forma pátio, pelo que esta é a única forma considerada correcta.

É no entanto algo frequente a utilização da forma páteo, nomeadamente em estabelecimentos comerciais; esta forma pode ser considerada uma grafia mais antiga, de uma altura em que as convenções ortográficas ainda não tinham estabilizado a grafia do português.