PT
BR
Pesquisar
Definições



trapeira

A forma trapeirapode ser [feminino singular de trapeirotrapeiro] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
trapeiratrapeira
( tra·pei·ra

tra·pei·ra

)
Imagem

Janela aberta no telhado para dar entrada ao ar e à luz.


nome feminino

1. [Caça] [Caça] Armadilha de caça.

2. Janela aberta no telhado para dar entrada ao ar e à luz.Imagem = MANSARDA

3. [Náutica] [Náutica] Lugar em que o arrais vai governando o barco.

4. [Brasil: Sul] [Brasil: Sul] Confusão.

etimologiaOrigem etimológica:trapa + -eira.
trapeirotrapeiro
( tra·pei·ro

tra·pei·ro

)


nome masculino

1. Negociante de trapos. = ADELO, FARRAPEIRO

2. Indivíduo que apanha trapos na rua para vender.

3. [Portugal: Trás-os-Montes] [Portugal: Trás-os-Montes] Leito do carro.

etimologiaOrigem etimológica:trapo + -eiro.

Auxiliares de tradução

Traduzir "trapeira" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.



Ao utilizar um parafuso sobre uma rosca, de maneira indevida ou forçada, ocorre um desgaste ou mesmo uma inutilização desta rosca. Sempre utilizei e ouvi o termo "espanar" a rosca. O termo está incorreto?
O verbo espanar, que deriva do italiano spanare e é homónimo do verbo espanar derivado de pano, encontra-se registado no Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa com o sentido “desgastar (uma rosca) até ao ponto da sua inutilização”, sendo, de acordo com o mesmo dicionário, uma palavra de curso mais generalizado no Brasil.