PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

trapeira

croque | n. m.

Pau de trapeiro....


gateira | n. f.

Buraco, geralmente em porta, para entrada e saída dos gatos....


mansarda | n. f.

Último andar de um edifício, entre o telhado e o penúltimo andar, quando as janelas deitam sobre o telhado, geralmente com tectos inclinados....


montureiro | n. m.

Aquele que rebusca nos monturos quaisquer objectos....


lucerna | n. f.

Abertura no tecto de um edifício para deixar entrar ar e luz....


trapeira | n. f.

Armadilha de caça....


trapeiro | n. m.

Negociante de trapos....


gandaieiro | adj. n. m.

Que ou aquele que remexe o lixo à procura de algo de valor para depois vender....



Dúvidas linguísticas



Queria saber o antónimo de romântico.
À palavra romântico não corresponde directamente outra palavra antónima. Uma pessoa que não é romântica não é necessariamente insensível, fria ou impassível, pelo que será mais aconselhado utilizar a construção não romântico para designar alguém que possui falta de romantismo.



A utilização da expressão à séria nunca foi tão utilizada. Quanto a mim esta expressão não faz qualquer sentido. Porque não utiliz am a expressão a sério?
A locução à séria segue a construção de outras tantas que são comuns na nossa língua (junção da contracção à com uma substantivação feminina de um adjectivo, formando locuções com valor adverbial): à antiga, à portuguesa, à muda, à moderna, à ligeira, à larga, à justa, à doida, etc.

Assim, a co-ocorrência de ambas as locuções pode ser pacífica, partindo do princípio que à séria se usará num contexto mais informal que a sério, que continua a ser a única das duas que se encontra dicionarizada. Bastará fazer uma pesquisa num motor de busca na internet para se aferir que à séria é comummente utilizada em textos de carácter mais informal ou cujo destinatário é um público jovem; a sério continua a ser a que apresenta mais ocorrências (num rácio de 566 para 31800!).


Ver todas