PT
BR
Pesquisar
Definições



prolongo

A forma prolongopode ser [primeira pessoa singular do presente do indicativo de prolongarprolongar], [adjectivoadjetivo] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
prolongoprolongo
( pro·lon·go

pro·lon·go

)


nome masculino

1. [Arquitectura] [Arquitetura] [Arquitetura] Lanço do telhado paralelo à frente ou às traseiras de um edifício.


adjectivoadjetivo

2. [Gramática] [Gramática] Longo ou prolongado (falando-se de acentos fonéticos).

prolongarprolongar
( pro·lon·gar

pro·lon·gar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e pronominal

1. Tornar ou ficar longo ou mais longo. = ALONGAR, ESTENDERDIMINUIR

2. Fazer durar ou durar mais tempo. = ALONGAR, CONTINUAR, ESTENDERENCURTAR

3. Pôr ou estar ao longo ou ao lado de.


verbo transitivo

4. Transferir para outra data mais adiante. = ADIAR, PROCRASTINAR, PROTRAIR


verbo pronominal

5. Ocupar um espaço em extensão. = ALONGAR-SE, ESTENDER-SE

etimologiaOrigem etimológica:latim prolongo, -are.
Confrontar: perlongar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "prolongo" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Qual a etimologia da palavra escolha? E da palavra subalternidade?
A palavra escolha deriva do verbo escolher, que, por sua vez, vem de uma forma latina hipotética *excolligere que significaria “recolher; obter”. A palavra subalternidade deriva de subalterno, por aposição de –idade, sufixo muito produtivo que exprime o conceito de “qualidade, característica”. Assim, subalternidade designa a condição, a qualidade de quem é subalterno.



Gostaria de saber qual a forma mais correcta dentro das que se seguem: "tu pareces gostar desta cidade" ou "parece que tu gostas desta cidade".
Ambas as frases que refere, “Tu pareces gostar desta cidade” e “Parece que tu gostas desta cidade”, estão correctas do ponto de vista gramatical. Estilisticamente, porém, poderá haver uma ligeira diferença: dir-se-ia que a primeira se coaduna com um registo de língua um pouco mais cuidado, sendo possivelmente mais usada num contexto formal.