PT
BR
Pesquisar
Definições



mais

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
maismais


advérbio

1. Em maior quantidade.

2. Em maior grau.

3. Outra vez.

4. Antes, melhor, preferentemente.

5. Além.

6. Em construções negativas, indica fim ou limite de determinada acção (ex.: não discutam mais).

7. Ainda.


quantificador existencial e pronome indefinido de dois géneros e dois números

8. Maior quantidade.


nome masculino

9. O resto, o restante (ex.: do mais não queremos falar; o importante é a saúde, o mais não importa).

10. Maior quantidade ou maior quantia.

11. Outra coisa.


nome masculino plural

12. Os outros.


conjunção coordenativa

13. Usa-se para indicar adição (ex.: dois mais dois são quatro). = E


preposição

14. [Informal] [Informal] Com (ex.: saiu mais os miúdos para passear).SEM


a mais

Em quantidade superior; acima de (ex.: a obra custou 4 milhões a mais do que o previsto).A MENOS

até mais

Fórmula de despedida que o locutor dirige a alguém que pretende reencontrar brevemente. = ATÉ À VISTA, ATÉ MAIS VER

de mais

[Portugal] [Portugal] Para além da medida ou da intensidade considerada normal; em demasia ou em excesso. [No português do Brasil, escreve-se aglutinadamente: "demais".]

de mais a mais

Para além do que foi dito anteriormente; ainda em cima.

mais ou menos

Aproximadamente.

Nem bem nem mal, podendo exprimir dúvida ou hesitação.

por de mais

Debalde, inutilmente.

Em demasia ou em excesso.

etimologiaOrigem etimológica:latim magis.
Confrontar: mas; más, feminino plural de mau.
Ver também resposta à dúvida: de mais / demais.

Auxiliares de tradução

Traduzir "mais" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Como se escreve: quere-la ou querêla?
As grafias quere-la, querê-la e querela são formas parónimas, isto é, formas diferentes com grafia e som semelhantes.

As formas quere-la e querê-la correspondem a formas verbais do verbo querer seguidas do clítico a, na forma -la (o pronome clítico -a assume a forma -la quando a forma verbal que o precede termina em -r, -s ou -z); quere-la pode transcrever-se foneticamente ['k3rilá] e corresponde à segunda pessoa do presente do indicativo (ex.: tu queres a sopa? = quere-la?), enquanto querê-la pode transcrever-se foneticamente [ki'relá] e corresponde ao infinitivo (ex.: para alcançares alguma coisa, tens de querê-la muito).

A grafia querela pode transcrever-se foneticamente [ki'r3lá] e corresponde a um substantivo feminino, cujo significado poderá consultar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.




Qual a forma verbal correcta nestas duas frases: "Trata-se ou Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem"?
A frase correcta é Trata-se de pessoas que não sabem o que fazem.

Neste exemplo, o verbo tratar tem um sentido próximo de “ser”, sendo indissociável do clítico se e da preposição de. A construção tratar-se de funciona como um verbo impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular, dado que é usada em frases sem sujeito. A frase *Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem é agramatical (como indica o asterisco) porque o sintagma pessoas que não sabem o que fazem, com o qual o verbo concorda, é erradamente considerado o sujeito da frase.

A construção acima descrita não deve ser confundida com o predicado verbal da frase Eles tratam-se da doença numa clínica suíça. Neste caso, o verbo tratar é usado na acepção de “curar” e concorda com o sujeito da frase (Eles).