PT
BR
Pesquisar
Definições



dedo

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
dedodedo
|ê| |ê|
( de·do

de·do

)
Imagem

Cada um dos prolongamentos articulados que terminam as mãos e os pés do homem e as extremidades de outros animais.


nome masculino

1. Cada um dos prolongamentos articulados que terminam as mãos e os pés do homem e as extremidades de outros animais.Imagem

2. Parte da luva que cobre o dedo.

3. Medida equivalente à grossura de um dedo.

4. Pequena quantidade.

5. [Figurado] [Figurado] Habilidade.

6. Poder dirigente.

7. Antiga medida correspondente a oito linhas (0,0172 m).


a dois dedos de

Muito perto de.

dedo de mestre

Mão hábil.

dedo anular

Quarto dedo da mão, contado a partir do polegar, no qual se usam geralmente os anéis.Imagem = ANULAR, SEU-VIZINHO

dedo indicador

Segundo dedo da mão, contado a partir do polegar.Imagem = FURA-BOLOS, INDICADOR, ÍNDEX, ÍNDICE

dedo médio

Terceiro dedo da mão, contado a partir do polegar.Imagem = MÉDIO, PAI-DE-TODOS

dedo mindinho

O mesmo que dedo mínimo.

dedo mínimo

Quinto dedo da mão ou do pé, contado a partir do polegar, geralmente o mais fino.Imagem = AURICULAR, DEDO MINDINHO, MINDINHO

dedo polegar

Primeiro e mais grosso dedo da mão, composto por duas falanges, oponível aos restantes dedos.Imagem = MATA-PIOLHOS, POLEGAR, PÓLEX, PÓLICE

Primeiro e mais grosso dedo do pé. = DEDÃO, POLEGAR

ficar a chuchar/chupar no dedo

[Informal] [Informal] Ser enganado ou decepcionado; não conseguir o pretendido.

pôr o dedo na chaga

O mesmo que pôr o dedo na ferida.

pôr o dedo na ferida

Mostrar o ponto fraco ou acertar no ponto mais importante.

etimologiaOrigem etimológica:latim digitus, -i.

Auxiliares de tradução

Traduzir "dedo" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Como se escreve: quere-la ou querêla?
As grafias quere-la, querê-la e querela são formas parónimas, isto é, formas diferentes com grafia e som semelhantes.

As formas quere-la e querê-la correspondem a formas verbais do verbo querer seguidas do clítico a, na forma -la (o pronome clítico -a assume a forma -la quando a forma verbal que o precede termina em -r, -s ou -z); quere-la pode transcrever-se foneticamente ['k3rilá] e corresponde à segunda pessoa do presente do indicativo (ex.: tu queres a sopa? = quere-la?), enquanto querê-la pode transcrever-se foneticamente [ki'relá] e corresponde ao infinitivo (ex.: para alcançares alguma coisa, tens de querê-la muito).

A grafia querela pode transcrever-se foneticamente [ki'r3lá] e corresponde a um substantivo feminino, cujo significado poderá consultar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.




Numa pesquisa no Google, encontrei várias vezes a expressão "há espera", por exemplo: "torneios há espera de concorrentes". É correcto dizer "há espera"? Não será "à espera"?
No contexto que refere, deverá ser utilizada a locução prepositiva à espera de, que significa “aguardando por” (torneios à espera de concorrentes) e que poderá encontrar registada, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, que também regista a locução adverbial à espera (Ex.: os doentes já estão à espera há muito tempo). Esta locução tem estrutura semelhante a muitas outras locuções prepositivas em português (contracção da preposição a com o artigo definido a seguida de substantivo feminino e da preposição de), como, por exemplo, à beira de, à conta de, à disposição de, à frente de. A expressão há espera poderá apenas ser usada em contextos onde se pretenda dizer que "existe uma espera" (ex.: nos acessos à ponte há espera prolongada).