PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

silveira

silveiral | adj. 2 g.

Relativo a silveira....


silveiro | adj.

Diz-se do touro com uma malha branca na testa, tendo escura a cabeça....


silvado | n. m. | adj.

Moita de silvas....


silvedo | n. m.

Mata de silvas....


sarçal | n. m.

Lugar onde há muita sarça....


silva | n. f.

Designação dada a vários arbustos da família das rosáceas, do género Rubus....


rubo | n. m.

Designação dada a várias plantas da família das rosáceas, cujo fruto é a amora....


amoreira | n. f.

Designação dada a várias plantas arbóreas da família das moráceas, cujo fruto é a amora e cujas folhas servem de alimento ao bicho-da-seda....



Dúvidas linguísticas



Queria saber o antónimo de romântico.
À palavra romântico não corresponde directamente outra palavra antónima. Uma pessoa que não é romântica não é necessariamente insensível, fria ou impassível, pelo que será mais aconselhado utilizar a construção não romântico para designar alguém que possui falta de romantismo.



Numa frase: o fulano leva-nos o dinheiro todo. Eu quero abreviar: o fulano leva-no-lo todo. Será correcto?
Como poderá constatar na Gramática do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, na secção Pronomes, o pronome clítico de complemento directo de terceira pessoa masculino é o, sendo que, quando é antecedido de uma forma verbal ou de outro clítico terminado em s, se lhe acrescenta um l (ex.: leva-nos o dinheiro = leva-no-lo; comprou-vos o terreno = comprou-vo-lo; chamámos o professor = chamámo-lo). A mesma regra se aplica, obviamente, em caso de flexão do pronome clítico em questão (ex.: leva-nos as malas = leva-no-las; comprou-vos a casa = comprou-vo-la; chamámos os professores = chamámo-los).

Ver todas