PT
BR
Pesquisar
Definições



seccionalidade

A forma seccionalidadepode ser [derivação feminino singular de seccionalsecional] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
seccionalidadesecionalidade
( sec·ci·o·na·li·da·de

se·ci·o·na·li·da·de

)


nome feminino

Qualidade do que é seccional (ex.: propôs a seccionalidade de um partido político).

etimologiaOrigem etimológica:seccional + -idade.
grafiaGrafia no Brasil:secionalidade.
grafiaGrafia no Brasil:secionalidade.
grafiaGrafia em Portugal:seccionalidade.
grafiaGrafia em Portugal:seccionalidade.
seccionalsecional
( sec·ci·o·nal

se·ci·o·nal

)


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

1. Relativo a secção (ex.: conselho seccional).


nome feminino

2. [Brasil] [Brasil] Cada uma das divisões em que se organiza uma instituição (ex.: presidente da seccional da ordem dos advogados). = SECÇÃO

vistoPlural: seccionais.
etimologiaOrigem etimológica:latim sectio, -onis, corte, secção + -al.
iconPlural: seccionais.
grafiaGrafia no Brasil:secional.
grafiaGrafia no Brasil:secional.
grafiaGrafia em Portugal:seccional.
grafiaGrafia em Portugal:seccional.

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



Queria saber o antónimo de romântico.
À palavra romântico não corresponde directamente outra palavra antónima. Uma pessoa que não é romântica não é necessariamente insensível, fria ou impassível, pelo que será mais aconselhado utilizar a construção não romântico para designar alguém que possui falta de romantismo.



Numa pesquisa no Google, encontrei várias vezes a expressão "há espera", por exemplo: "torneios há espera de concorrentes". É correcto dizer "há espera"? Não será "à espera"?
No contexto que refere, deverá ser utilizada a locução prepositiva à espera de, que significa “aguardando por” (torneios à espera de concorrentes) e que poderá encontrar registada, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, que também regista a locução adverbial à espera (Ex.: os doentes já estão à espera há muito tempo). Esta locução tem estrutura semelhante a muitas outras locuções prepositivas em português (contracção da preposição a com o artigo definido a seguida de substantivo feminino e da preposição de), como, por exemplo, à beira de, à conta de, à disposição de, à frente de. A expressão há espera poderá apenas ser usada em contextos onde se pretenda dizer que "existe uma espera" (ex.: nos acessos à ponte há espera prolongada).