PT
BR
Pesquisar
Definições



renhido

A forma renhidopode ser [masculino singular particípio passado de renhirrenhir] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
renhidorenhido
( re·nhi·do

re·nhi·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que é disputado ou travado com muita intensidade ou ferocidade (ex.: debate renhido; disputa renhida; eleições renhidas). = ACESO, PORFIADO

2. [Antigo] [Antigo] Em que ocorre derramamento de sangue (ex.: peleja renhida). = CRUENTO, SANGRENTO

etimologiaOrigem etimológica:particípio de renhir.
renhirrenhir
( re·nhir

re·nhir

)
Conjugação:defectiva.
Particípio:regular.


verbo transitivo e intransitivo

1. Travar combate. = COMBATER, CONTENDER, DISPUTAR

2. Questionar numa discussão. = CONTENDER, DISCUTIR


verbo pronominal

3. Ficar mais intenso. = INTENSIFICAR-SE


verbo intransitivo

4. [Portugal: Madeira] [Portugal: Madeira] Dar sinais de descontentamento, dizendo coisas desagradáveis em voz baixa. = RESMUNGAR

etimologiaOrigem etimológica:espanhol reñir, do latim ringor, ringi, arreganhar os dentes, assanhar-se.

Auxiliares de tradução

Traduzir "renhido" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Qual a etimologia da palavra escolha? E da palavra subalternidade?
A palavra escolha deriva do verbo escolher, que, por sua vez, vem de uma forma latina hipotética *excolligere que significaria “recolher; obter”. A palavra subalternidade deriva de subalterno, por aposição de –idade, sufixo muito produtivo que exprime o conceito de “qualidade, característica”. Assim, subalternidade designa a condição, a qualidade de quem é subalterno.



Tenho uma dúvida acerca de uma conjugação perifrástica. Para exprimir a necessidade ou obrigatoriedade de praticar uma acção utiliza-se ter que ou ter de? Ou estão ambos correctos?
Em termos semânticos, as duas construções são usadas para designar a necessidade ou obrigatoriedade (e estão registadas em dicionários, nomeadamente no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências/Verbo, na edição portuguesa do Dicionário Houaiss, do Círculo de Leitores ou no Dicionário Aurélio, da Ed. Nova Fronteira). No entanto, a construção ter que é considerada por vezes como uma construção menos indicada, talvez por ser mais recente na língua.