PT
BR
Pesquisar
Definições



etiqueta

A forma etiquetapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de etiquetaretiquetar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de etiquetaretiquetar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
etiquetaetiqueta
|ê...ê| |ê...ê|
( e·ti·que·ta

e·ti·que·ta

)


nome feminino

1. Cerimonial da corte.

2. Conjunto de formas, práticas ou praxes cerimoniosas em uso na sociedade. = PRAGMÁTICA

3. Cerimónia.

4. Regra, estilo, praxe.

5. Impresso que identifica o conteúdo, as características ou a composição (em frascos, garrafas, etc.). = RÓTULO

6. Pedaço de tecido ou de outro material, geralmente cosido no avesso de uma peça de roupa, com informações sobre marca, fabrico, composição, cuidados de manutenção, etc.

7. Designação ou característica definidora, geralmente de carácter redutor, atribuída a algo ou alguém. = RÓTULO

8. [Informática] [Informática] Código ou sequência de caracteres que identifica dados ou fornece informações ou especificações numa parte de texto (ex.: <i> é uma etiqueta de formatação para o itálico).

etimologiaOrigem etimológica:francês étiquette.
etiquetaretiquetar
( e·ti·que·tar

e·ti·que·tar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Pôr etiqueta ou rótulo em.

2. Atribuir uma designação ou uma característica definidora a, geralmente de maneira redutora.

sinonimo ou antonimoSinónimoSinônimo geral: ROTULAR

etimologiaOrigem etimológica:etiqueta + -ar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "etiqueta" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Quando atendemos um telefone é correto falar "pois não"?
A locução adverbial interrogativa pois não usa-se para saber o que alguém pretende ou para mostrar disponibilidade para ouvir uma solicitação, pelo que pode ser utilizada como fórmula de atendimento de uma chamada telefónica.



Sou formanda de um curso de qualificação profissional e no âmbito do mesmo tenho aulas de Português. Pelo menos duas vezes, fui confrontada com ensinamentos que não me parecem correctos.
Primeira: a professora diz-nos que o advérbio de modo raramente é uma palavra esdrúxula. Recordo ainda a voz da minha professora da Escola Secundária, dizendo-nos que todos os advérbios de modo são palavras graves. Não importa de que adjectivo venham, ao transformarem-se em advérbios de modo a sílaba tónica passa a ser “men” (a penúltima) e, portanto, são palavras graves.
Segunda: esta senhora pôs-nos hoje a completar frases com o presente do conjuntivo de alguns verbos. Uma das frases compreendia a primeira pessoa do plural do verbo conseguir que ela completou com "consígamos" (até o corrector ortográfico do computador discorda!). Esta eu já verifiquei no vosso site (perdoem-me os anglicismos) e efectivamente não vejo acento no i.
De facto, os advérbios terminados em -mente são palavras graves (ou paroxítonas) e nunca esdrúxulas (ou proparoxítonas), porque este sufixo possui o acento de intensidade na penúltima sílaba (-men-).

Sobre a segunda questão, consulte por favor a resposta à dúvida peçamos e tragamos.