PT
BR
Pesquisar
Definições



etiqueta

A forma etiquetapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de etiquetaretiquetar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de etiquetaretiquetar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
etiquetaetiqueta
|ê...ê| |ê...ê|
( e·ti·que·ta

e·ti·que·ta

)


nome feminino

1. Cerimonial da corte.

2. Conjunto de formas, práticas ou praxes cerimoniosas em uso na sociedade. = PRAGMÁTICA

3. Cerimónia.

4. Regra, estilo, praxe.

5. Impresso que identifica o conteúdo, as características ou a composição (em frascos, garrafas, etc.). = RÓTULO

6. Pedaço de tecido ou de outro material, geralmente cosido no avesso de uma peça de roupa, com informações sobre marca, fabrico, composição, cuidados de manutenção, etc.

7. Designação ou característica definidora, geralmente de carácter redutor, atribuída a algo ou alguém. = RÓTULO

8. [Informática] [Informática] Código ou sequência de caracteres que identifica dados ou fornece informações ou especificações numa parte de texto (ex.: <i> é uma etiqueta de formatação para o itálico).

etimologiaOrigem etimológica:francês étiquette.
etiquetaretiquetar
( e·ti·que·tar

e·ti·que·tar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Pôr etiqueta ou rótulo em.

2. Atribuir uma designação ou uma característica definidora a, geralmente de maneira redutora.

sinonimo ou antonimoSinónimoSinônimo geral: ROTULAR

etimologiaOrigem etimológica:etiqueta + -ar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "etiqueta" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Minha dúvida é: Por que passei a vida estudando que o correto é falar para eu fazer, para eu comer, e etc., se a frase É fácil para mim estudar não está errada? Podem explicar essa última frase.
De facto, nos contextos exemplificados com duas orações na resposta para eu/para mim (ex.: isto é para eu fazer), deverá ser usado o pronome sujeito, pois na oração para eu fazer, o pronome desempenha essa função de sujeito. No caso do exemplo É fácil para mim estudar, o contexto é semelhante àquele referido na resposta pronomes pessoais rectos e oblíquos, em que o pronome não desempenha a função de sujeito, pois esta frase pode ser decomposta em Estudar [sujeito] é fácil [predicado] para mim [adjunto adverbial de interesse].



Será que me poderiam ajudar a perceber qual é o origem etimológica mais provável da palavra (apelido) Malafaia?
No Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa (3.ª ed., Lisboa: Livros Horizonte, 3 vol., 2003), de José Pedro Machado, regista-se a hipótese de o apelido Malafaia poder estar relacionado com o topónimo Malafaia (concelho de Arruda dos Vinhos, distrito de Lisboa); este último, por sua vez, é de origem obscura.