PT
BR
Pesquisar
Definições



cusca

A forma cuscapode ser [feminino singular de cuscocusco], [segunda pessoa singular do imperativo de cuscarcuscar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de cuscarcuscar] ou [adjectivo de dois géneros e nome de dois génerosadjetivo de dois géneros e nome de dois géneros].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
cuscacusca
( cus·ca

cus·ca

)


adjectivo de dois géneros e nome de dois génerosadjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

[Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Que ou aquele que é excessivamente curioso em relação a algo ou alguém, intrometendo-se de forma mais ou menos indiscreta para satisfazer a sua curiosidade. = ABELHUDO, BISBILHOTEIRO, CUSCO

etimologiaOrigem etimológica:alteração de cusco.
cuscarcuscar
( cus·car

cus·car

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e intransitivo

[Informal] [Informal] Intrometer-se de forma mais ou menos indiscreta para satisfazer a curiosidade. = BISBILHOTAR, MEXERICAR

etimologiaOrigem etimológica:cusco + -ar.
cuscocusco
( cus·co

cus·co

)


adjectivo e nome masculinoadjetivo e nome masculino

1. [Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Que ou aquele que é excessivamente curioso em relação a algo ou alguém, intrometendo-se de forma mais ou menos indiscreta para satisfazer a sua curiosidade. = ABELHUDO, BISBILHOTEIRO, CUSCA


nome masculino

2. [Brasil: Sul] [Brasil: Sul] Cão de raça pequena. = GUAIPEVA

3. [Brasil: Sul] [Brasil: Sul] Pessoa de pequena estatura e pouca importância. = GUAIPEVA

etimologiaOrigem etimológica:espanhol cusco, cão pequeno.
Confrontar: cosco.

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Diz-se o meu cabelo foi corto ou o meu cabelo foi cortado?
O verbo cortar apenas admite o particípio passado cortado, pelo que, das frases que refere, a única correcta é o meu cabelo foi cortado.



Qual a forma verbal correcta nestas duas frases: "Trata-se ou Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem"?
A frase correcta é Trata-se de pessoas que não sabem o que fazem.

Neste exemplo, o verbo tratar tem um sentido próximo de “ser”, sendo indissociável do clítico se e da preposição de. A construção tratar-se de funciona como um verbo impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular, dado que é usada em frases sem sujeito. A frase *Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem é agramatical (como indica o asterisco) porque o sintagma pessoas que não sabem o que fazem, com o qual o verbo concorda, é erradamente considerado o sujeito da frase.

A construção acima descrita não deve ser confundida com o predicado verbal da frase Eles tratam-se da doença numa clínica suíça. Neste caso, o verbo tratar é usado na acepção de “curar” e concorda com o sujeito da frase (Eles).