PT
BR
Pesquisar
Definições



vagar

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
vagarvagar
( va·gar

va·gar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo intransitivo

1. Ficar vago, estar vago.

2. Estar livre e sem ter que fazer.

3. Sobrar (falando-se de tempo), ocupar-se; dedicar-se.

4. Errar; andar sem destino; vaguear; propalar-se.

5. [Figurado] [Figurado] Boiar sem direcção, ao sabor do mar.


verbo transitivo

6. [Pouco usado] [Pouco usado] Dar por vago; percorrer errante.


nome masculino

7. Falta de pressa (ex.: lá foi andando no seu vagar). = LENTIDÃOAFÃ

8. Tempo desocupado. = LAZER, ÓCIO

9. Momento propício. = ENSEJO


quem tem vagar faz colheres de pau

[Popular] [Popular] Quem não tem que fazer emprega o tempo em futilidades.

Auxiliares de tradução

Traduzir "vagar" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Qual a frase correcta: Para puderem educar os seus descendentes, os pais deviam conduzir-se bem? ou Para poderem educar os seus descendentes, os pais deviam conduzir-se bem?
As formas poderem e puderem são duas formas verbais parónimas com alternância vocálica que correspondem a dois tempos verbais diferentes. Poderem (lê-se /pudêrem/) é a forma da terceira pessoa do plural do infinitivo pessoal do verbo poder; este tempo verbal utiliza-se para exprimir uma acção ou processo, mas sem expressar o tempo ou o momento específico (ex.: O facto de poderem optar dá-lhes grande liberdade. Enviou uma fotografia para os avós poderem ver a neta). Puderem (lê-se /pudérem/) é a forma da terceira pessoa do plural do futuro do conjuntivo do verbo poder; este tempo verbal utiliza-se para apresentar uma acção futura como possível ou hipotética, geralmente em orações subordinadas (ex.: Eles irão ao cinema se puderem). Tendo em conta o exposto, a frase correcta é Para poderem educar os seus descendentes, os pais deviam conduzir-se bem.
O corrector sintáctico do FLiP alerta, entre outras coisas, para estas relações de paronímia.




Gostaria de saber o porque se usa tanto apartir de ou concerteza sendo que o correto é a partir de e com certeza ?
Este fenómeno acontece frequentemente com locuções muito usuais em que os utilizadores da língua têm dificuldades em identificar as fronteiras das palavras, o que tem como consequência erros ortográficos como apartir de (em vez de a partir de), concerteza (em vez de com certeza) ou derrepente (em vez de de repente).