PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

sacerdote

hierático | adj.

Relativo às coisas sagradas, à Igreja, aos sacerdotes....


sacerdotal | adj. 2 g.

Relativo a sacerdócio ou a sacerdote....


Palavras que o sacerdote dizia muitas vezes durante a missa em latim, virando-se para os fiéis; modernamente, a Igreja facultou o emprego da língua de cada país....


quod ore | loc.

Palavras que o sacerdote profere, na Missa Romana, ao esgotar o cálice, e são em linguagem popular empregadas substantivamente como pequena porção de comida ou bebida que se tomou ou vai tomar....


Relativo aos coribantes, sacerdotes da deusa Cíbele, ou às suas práticas religiosas, executadas com música barulhenta e danças orgíacas (ex.: dança coribântica; ritual coribântico)....


abuna | n. m.

Designação por que no Oriente são conhecidos os sacerdotes cristãos....


completas | n. f. pl.

Última parte das horas canónicas que os sacerdotes recitam depois da refeição do anoitecer....


completório | n. m.

Última parte das horas canónicas que os sacerdotes recitam depois da refeição do anoitecer....


dastur | n. m.

Chefe dos sacerdotes parses....


exorcismo | n. m.

Orações e cerimónias do prelado ou do sacerdote para ordenar ao demónio que deixe o possesso....


gagaísta | n. m.

Espécie de feiticeiro ou sacerdote que consulta o gagau....


imame | n. m.

Sacerdote muçulmano que preside às cerimónias do culto....


moádi | n. m.

Sacerdote muçulmano....


padre | n. m.

Pessoa que ministra os sacramentos de uma igreja....


pajé | n. m.

Chefe espiritual dos indígenas, misto de sacerdote, profeta e feiticeiro....


peitoral | adj. 2 g. | n. m.

O racional do sumo sacerdote na antiga lei....


sacerdote | n. m.

Pessoa que fazia sacrifícios às divindades....


sacerdotisa | n. f.

Mulher que, entre os pagãos, exercia funções sacerdotais....


sacrificador | n. m. | adj.

Sacerdote encarregado do sacrifício das vítimas....



Dúvidas linguísticas



Pode-se utilizar a palavra exigencial? Ex.: selecção exigencial de componentes.
Apesar de o adjectivo exigencial não se encontrar registado em nenhum dos dicionários e vocabulários de língua portuguesa à nossa disposição, ele encontra-se bem formado a partir da aposição do sufixo -al ao substantivo exigência, pelo que o seu uso é possível e até muito frequente, como o revelam pesquisas em corpora e em motores de busca da Internet, especialmente em contextos relativos às áreas da construção e da engenharia civil, com o significado “que é relativo a ou que envolve uma exigência” (ex.: fizeram uma selecção exigencial dos novos materiais).



Escreve-se ei-la ou hei-la?
A forma correcta é ei-la.

A palavra eis é tradicionalmente classificada como um advérbio e parece ser o único caso, em português, de uma forma não verbal que se liga por hífen aos clíticos. Como termina em -s, quando se lhe segue o clítico o ou as flexões a, os e as, este apresenta a forma -lo, -la, -los, -las, com consequente supressão de -s (ei-lo, ei-la, ei-los, ei-las).

A forma hei-la poderia corresponder à flexão da segunda pessoa do plural do verbo haver no presente do indicativo (ex.: vós heis uma propriedade > vós hei-la), mas esta forma, a par da forma hemos, já é desusada no português contemporâneo, sendo usadas, respectivamente, as formas haveis e havemos. Vestígios destas formas estão presentes na formação do futuro do indicativo (ex.: nós ofereceremos, vós oferecereis, nós oferecê-la-emos, vós oferecê-la-eis; sobre este assunto, poderá consultar a resposta mesóclise).

Pelo que acima foi dito, e apesar de a forma heis poder estar na origem da forma eis (o que pode explicar o facto de o clítico se ligar por hífen a uma forma não verbal e de ter um comportamento que se aproxima do de uma forma verbal), a grafia hei-la não pode ser considerada regular no português contemporâneo, pelo que o seu uso é desaconselhado.


Ver todas