PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

insignificância

Emprega-se para significar que uma pessoa colocada em alta posição não se preocupa com ninharias....


barro | n. m.

Insignificância da matéria humana....


chavo | n. m.

Insignificância monetária....


exiguidade | n. f.

Pequenez, insuficiência, insignificância, modicidade....


minúcia | n. f.

Coisa mínima; bagatela; minuciosidade; insignificância....


cominheiro | n. m.

O que dá valor a insignificâncias....


fiapico | n. m.

Pequena quantidade; insignificância....


ridicularia | n. f.

Acto, comportamento ou dito ridículo....


tenuidade | n. f.

Delgadeza; leveza; subtileza; insignificância....


átomo | n. m.

Coisa tenuíssima; insignificância....


bijucaria | n. f.

Insignificância, mesunhice....


belfurinha | n. f.

Coisa de pouca importância....


fortuna | n. f.

Tendência para circunstâncias maioritariamente positivas ou maioritariamente negativas (ex.: boa fortuna, má fortuna)....




Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Qual a escrita correcta para o planeta? Urano ou Úrano?
Os vocabulários tidos como as maiores referências para o português europeu (Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves e Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado) registam apenas a forma Úrano, referindo Rebelo Gonçalves que a forma Urano, apesar de corrente, “é inexacta”. Esta indicação deve-se à forma latina Uranus, em que o U da antepenúltima sílaba é uma vogal longa (sendo o -a- da penúltima sílaba uma vogal breve), o que corresponde geralmente a uma palavra esdrúxula em português.

No entanto, parece ter havido uma regularização da acentuação da palavra (em português, o padrão mais regular de acentuação é o das palavras graves, isto é, acentuadas na penúltima sílaba), e é de facto muito corrente a forma Urano, inclusivamente com registo em dicionários. Por este motivo, e apesar de a forma Úrano ser a preferida pelos autores mais puristas, pode hoje considerar-se aceitável também a forma Urano.


Ver todas